Notícias


Tudo acaba em Samba tem duas apresentações no Cine-Theatro Central

Foto: Divulgação

Neste último mês do ano, o palco do Cine-Theatro Central vai receber o espetáculo Tudo Acaba em Samba, da Corpus Núcleo de Dança, em duas apresentações, nos próximos dias 15 e 16 de dezembro, às 20 horas. A ideia para a produção surgiu da vontade de despertar a brasilidade nos alunos e no público, proporcionando maior conhecimento da música brasileira, em seus múltiplos gêneros e personagens, de modo a perceber toda sua importância e beleza.

A apresentação não se resume a uma simples coletânea de músicas, pois traz a história dos sentimentos do Brasil, formando um mosaico dos diferentes gêneros. Dentre eles, valsas, chorinho, baião, samba, bossa nova, rock e a diversidade atual. A escolha dos intérpretes foi atemporal, mostrando ao público que música nacional transita no tempo, sem necessariamente pertencer ao passado, futuro ou presente.

A equipe, formada por profissionais altamente qualificados e reconhecidos no meio cultural de Juiz de Fora, recebe esse ano a participação de dois experts do Rio de Janeiro, o coreógrafo Sérgio Lobato e a figurinista Marilda Fontes.
Contando com a participação de mais de 150 bailarinos, um requintado figurino e cenário em projeções, o espetáculo vai trazer coreografias de balé clássico, contemporâneo, danças urbanas, jazz e sapateado.

Corpus Núcleo de Dança

Atuando no cenário artístico e cultural desde 1977, a Corpus Núcleo de Dança, completa 41 anos de atividades ininterruptas. A companhia alcançou lugar de destaque no ensino da dança, colecionando críticas, experiências e premiações significativas. Seu principal objetivo é despertar nos alunos o interesse pela dança, através de uma aprendizagem prazerosa, voltada para o desenvolvimento da consciência do movimento e do aprimoramento técnico, valorizando e respeitando as diferenças individuais.

Escola credenciada pela Royal Academy of Dance, realiza todos os
anos exames de balé clássico com professores do exterior, alcançando
resultados acima da média nacional. Reconhecida como centro
formador, é responsável pela qualificação de inúmeros profissionais de Juiz de Fora e de bailarinos que hoje atuam em diferentes companhias do país.

Procurando sempre ampliar seus horizontes artísticos e oferecer métodos eficazes e atualizados em todos os estilos, a Corpus trouxe, para ministrarem cursos, importantes nomes da dança brasileira, como Rodrigo Pederneiras, Lennie Dale, Nádia Nardini, Jackie Motta, João Saldanha, Alex Dias, Priscila Teixeira e Ivan Franco. Atualmente conta com a presença mensal da maitre de balé Patrícia Salgado, que ministra workshops, ensaios e coaching.

Tudo Acaba em Samba – Corpus Núcleo de Dança

Dias 15 e 16 de dezembro, às 20 horas, no Cine-Theatro Central (Praça João Pessoa, s/n, Centro – Juiz de Fora, MG).

Classificação:

Livre

Ingressos:

Inteira – R$ 40,00 | Meia entrada – R$ 20,00

Local de venda:

Bilheteria do Cine-Theatro Central

Remiwl Street Crew apresenta Ubuntu no Cine-Theatro Central

No próximo domingo, o grupo de dança Remiwl Street Crew toma novamente o palco do Cine-Theatro Central para si, dessa vez apresentando o espetáculo Ubuntu. A apresentação foi contemplada pelo Projeto Luz da Terra.

Ubuntu, palavra de origem africana, é ligada às lutas sociais voltadas a consciência negra e valorização da cultura afro. A filosofia traz a ideia de uma “humanidade para com os outros”, e noções de compaixão e fraternidade. E nada é mais poderoso para conectar e criar laços entre as pessoas do que a dança e arte. Então, a partir da união entre todo o grupo do Remiwl Base e Remiwl Street Crew, o espetáculo traz uma mostra com quinze coreografias que pretende encantar o público.

 

Remiwl Street Crew

O Remiwl, grupo de dança muito conhecido, que conta com aproximadamente com 60 integrantes, traz para o público uma mostra de danças afro-americanas e urbanas e atuante dentre a cena de hip hop, rap e danças urbanas da cidade, também oferece aulas de dança para jovens em idade escolar, especialmente para moradores de áreas periféricas. O Projeto Remiwl Base vem sendo desenvolvido há 11 anos pelo coreógrafo e diretor do grupo Thiago Miranda.

.

 

Projeto Luz da Terra

Assim como o Palco Central, o projeto tem o objetivo de trazer para o palco do coração da cidade artistas locais a preços populares ou gratuitamente, e vem se desenvolvendo desde 2007. Para a ocupação do teatro neste ano foram selecionadas, dentre outras, as apresentações Amadança JF Festival, o espetáculo de dança “Gente em primeiro lugar”, peça teatral A Bela e a Fera, além da Ubuntu, do Remiwl Street Crew.

 

Ubuntu – Remiwl Street Crew

Dia 09 de dezembro (domingo), às 18h, no Cine-Theatro Central (Praça João Pessoa, s/n, Centro – Juiz de Fora, MG).

 

Ingressos:

Os ingressos (com valor de R$ 10,00) podem ser retirados na bilheteria do Central.

 

Outras informações:

Cine-Theatro Central – (32) 3215-1400.

Espetáculo de dança Alice reúne histórias de aventura, amor e diversidade

Foto: acervo Marie Taglioni Studio

O Marie Taglioni Studio traz para o palco do Cine-Theatro Central, em duas apresentações – nesta sexta-feira, 7, e no sábado, 8 – três espetáculos em um só: na primeira parte, Alice, que dá nome à produção como um todo, conta-se a história da menina que se permite viver e desvendar o desconhecido para embarcar em uma aventura fantástica na companhia do Chapeleiro Maluco e do Coelho Branco. Com cenários, figurinos e acessórios encantadores, a produção inspirada no clássico da literatura infanto-juvenil pretende ser “uma viagem para toda a família”.

Na segunda parte, Corina, a montagem faz uma reflexão sobre os preconceitos da sociedade. Nessa adaptação do filme clássico dos anos 1990, Manny fica viúvo e se vê sozinho para cuidar de Molly, sua filha de 9 anos. Precisando de uma ajudante, ele entrevista várias candidatas e rejeita todos até encontrar Corina. Aos poucos, ela ganha a confiança da menina, que secretamente deseja que a babá se case com seu pai. Corina é uma história pra nos lembrar que o amor e o amar não têm e nunca terão cor.

Para finalizar, com a participação da escola de circo Abracatrupe e da Cia de Danças Urbanas Expressão e Arte, o Studio traz ao palco O Rei do Show, a história de um circo em que a diversidade entre as pessoas é o maior motivo de sucesso. Cada cicatriz, cada marca e cada diferença é o que faz aquele lugar mágico. A remontagem é uma reflexão sobre como as dessemelhanças fazem dos humanos seres simplesmente extraordinários.

 

Alice – Marie Taglioni Studio

Dias 07 e 08 de outubro, às 20h, no Cine-Theatro Central (Praça João Pessoa, s/n – Centro – Juiz de Fora – MG)

Ingressos (meia entrada para todos os espectadores até sexta feira) –  R$ 15.00

 

Outras informações:

Cine-Theatro Central – (32) 3215-1400

Segunda edição do projeto Operando reúne Orquestra Sinfônica, Coral e bailarinos no palco do Central

No dicionário, ópera é uma obra dramática musicada. No entanto, a Orquestra Sinfônica Pró-Música/UFJF quer mostrar que o gênero vai muito além dessa definição. A segunda edição do projeto Operando chega ao Cine-Theatro Central na próxima sexta-feira, dia 30, com o objetivo de popularizar a música clássica, contando a história do gênero ópera. O espetáculo gratuito  pretende levar à população a produção cultural da Universidade.

A apresentação acontece às 20h, mas o evento começa às 19h com uma palestra a cargo de Rodolfo Valverde, professor da UFJF e um dos idealizadores do projeto. Na conversa, o professor do Departamento de Música contará a história da ópera, contextualizando o repertório a ser apresentado. Logo após, o público assistirá à segunda edição do espetáculo Operando, composto de trechos de algumas das mais célebres obras da música clássica, apresentações de cantores solistas e dançarinos.

Regente da Orquestra Sinfônica Pró-Música e bacharelando do curso de Música da UFJF, Victor Cassemiro destaca o sucesso do concerto em 2017, ano de estreia do projeto. “A apresentação teve um sucesso de público, o Central encheu. Algumas pessoas me procuraram depois e falaram que nunca tiveram interesse por ópera, mas depois do espetáculo ficaram ansiosas por assistir uma ópera completa.” O regente ressalta que o objetivo do projeto é democratizar a música erudita: “Queremos mostrar para as pessoas que ópera não é chato, só é preciso entender para apreciar.” ler mais

Pé de Moleque homenageia centenário de Jacob do Bandolim no Palco Central

O quinto e último espetáculo do Projeto Palco Central em 2018 vai contar  om uma apresentação de choro, popularmente conhecido como chorinho, gênero de música popular instrumental brasileiro. Quem se apresenta é o grupo juizforano Pé de Moleque, que homenageará um dos maiores nomes do choro no Brasil, Jacob do Bandolim. O evento vai acontecer dia 4 de dezembro, às 18h30, com entrada franca. Em março de 2019, o Projeto Palco Central – iniciativa da Pró-reitoria de Cultura e do Cine-Theatro Central – estará de volta, com atrações de qualidade para a população da cidade.

Foto divulgação

Jacob Pick Bittencourt, mais conhecido como Jacob do Bandolim, nasceu em 14 de fevereiro de 1918 e faleceu em 13 de agosto de 1969. Ele foi um dos maiores músicos do seu tempo, quer como instrumentista quer como compositor. Foi o autor de clássicos como Vibrações, Doce de Coco, Noites Cariocas, Assanhado e Receita de Samba. Suas composições estão entre algumas das melodias mais executadas nas rodas de choro de todo o país, pois trazem estruturas harmônicas e construções melódicas que soam, ainda hoje, depois de tantos anos, como extremamente modernas e elaboradas.

Neste ano do seu centenário, Jacob tem sido alvo de muitas homenagens pela importância de seu legado. Músicos e admiradores do artista estão realizando shows, lançamentos de discos e postagens em redes sociais, trazendo para o presente clássicos de sua autoria. Por isso, o conjunto Pé de Moleque, formado pelos músicos Cazé Santos (bandolim), Caetano Brasil (clarinete), Armando Júnior e Wellington Duarte (violões), Fabrício Nogueira (cavaquinho) e Márcio Gomes (pandeiro), também presta sua homenagem àquele que figura na galeria dos grandes músicos brasileiros e cuja obra que vem atravessando gerações.

  ler mais

Espetáculo Sentir aborda sentimentos que movem o mundo

Publicado em 22 de novembro de 2018

Divulgação

Quase 200 bailarinos e músicos do Programa Gente em Primeiro Lugar, mantido pela Funalfa, órgão cultural da Prefeitura de Juiz de Fora, e a Associação Cultural Arte e Vida (ACAV), farão uma apresentação no Cine-Theatro Central, no dia 28 de novembro, quarta-feira, a partir das 19h. Crianças, jovens e adolescentes com idades entre 6 a 22 anos, e sob a batuta de sete articuladores de dança, apresentarão o espetáculo Sentir, com coreografias baseadas nos principais sentimentos que movem a humanidade. A montagem tem participação especial de uma turma de percussão.

Dor, percepção, medo, raiva, culpa, inveja, calma, euforia, agitação, felicidade, esperança, desejo, ódio e amor ganharão leituras artísticas, englobando os mais variados estilos de dança: balé clássico, sapateado, danças urbanas, jazz, contemporâneo. No palco, uma profusão de sentimentos. Para a plateia, um desafio: não se emocionar com os movimentos, os sons e a poesia do espetáculo. ler mais

Studio Viva Dança apresenta o espetáculo Illumination no Central domingo

Publicado em 22 de novembro de 2018

Divulgação

Os alunos e alunas dos cursos de balé clássico, jazz, sapateado e dança contemporânea do Studio Viva Dança, que neste ano completa 15 anos, apresentam o espetáculo Illumination no próximo domingo, 25, no palco do Cine-Theatro Central.

Luzes, holofotes, flashes, cores, tecidos e corpos em movimento compõem a narrativa do espetáculo, subintitulado “Reflexões sobre a Terra”. Dividida em três partes – “A Terra nasce”, “O triunfo da vida” e “Esperança para o futuro” – a apresentação também conta com a participação do cantor Luiz Gamonall, trazendo releituras de canções ligadas à temática.

O espetáculo foi criado e dirigido por Carolina Granato, além da colaboração dos professores Felipe Noselhi, Kátia Natalino e Larissa Brugiolo, como também da coreógrafa convidada Aline Costa Leite. A direção de palco ficou por conta de Ricardo Pinel, o cenário por Sebastião Carlos, os figurinos foram criados por Eneida Hoelz e Iauaretê Confecção. ler mais

Coral Cesama se apresenta no Central com apoio do Projeto Luz da Terra

Publicado em 19 de novembro de 2018

Divulgação

No próximo sábado, 24, o Coral Cesama traz ao Cine-Theatro Central o espetáculo Água, Dona da Vida. A entrada é gratuita ao público, graças ao Projeto Luz da Terra, realizado pela Pró-reitoria de Cultura da UFJF, que, através de edital publicado, seleciona artistas locais para apresentações no cine-teatro. O objetivo do projeto é dar visibilidade à arte produzida em Juiz de Fora e garantir aos cidadãos o acesso a atividades culturais.

A apresentação faz uma exaltação à água e conscientiza o público sobre a importância do consumo consciente desse bem natural. Além da música, a produção inclui cenário, figurinos e textos que irão levar o espectador a refletir sobre a necessidade da água para os seres que habitam o planeta. ler mais

NOTA DE CANCELAMENTO

A Silvio Ferreira Produções informa que a apresentação do espetáculo EMMANUEL A LUZ DE CHICO XAVIER que ocorreria no Cine Theatro Central, em Juiz de Fora, neste sábado, dia 17 de novembro, foi cancelada por motivos de força maior.

A produção responsável está estudando a possibilidade de nova data e pede desculpas pelo ocorrido ao público em geral. Para quem adquiriu ingressos pelo Site sympla.com.br o deverá solicitar reembolso pelo próprio site a partir de hoje, 14 de novembro. Para você que adquiriu ingressos na bilheteria do Teatro, a solicitação de devolução do dinheiro será feita a partir de hoje na bilheteria do teatro até o dia do evento 17 de novembro às 20h30.

Para dúvidas ou mais informações, os seguintes canais de comunicação à disposição do público:

silvio-ferreira@live.com

31 99327-5453

Central recebe no sábado, 17, o espetáculo Emmanuel – A Luz de Chico Xavier

Publicado em 13 de novembro de 2018

Divulgação

A peça teatral Emmanuel – A Luz de Chico Xavier, dos mesmos produtores de Violetas na Janela, chega ao Cine-Theatro Central no próximo sábado, dia 17. Inspirada na conversa entre o médium brasileiro Chico Xavier e Emmanuel, recria os diálogos e ensinamentos compartilhados entre homem e espírito.

O espetáculo, que mescla a peça e projeções, traz personagens como Allan Kardec, Jesus Cristo, Padre Manuel da Nóbrega e Senador Publio Lentulus, que são representados pelos sete atores que compõem o grupo. ler mais